Posts com a Tag ‘63’

Fusca rebaixado

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Desde que comprou seu Fusca, a única coisa que Mateus fez foi rebaixá-lo. De resto, tudo é original.

A história do Mateus com os Fuscas vem do seu tio, que tinha um VW Sedan. Quando era pequeno, Mateus já gostava de Fuscas e queria ter um. Seu primeiro carro foi um Fafá 1984 e de lá para cá sonhava em ter um 64 rebaixado.

Eis que, em Rio Negro, o Mateus encontrou o Fusca que procurava…

Carro Mateus

Mateus e carro

O Fusca de Varginha

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Varginha é uma cidade conhecida pela lenda urbana do ET de Varginha. Segundo consta, no dia 20 de janeiro de 1996 três garotas teriam visto uma criatura de pele marrom e viscosa, olhos enormes e protuberâncias na grande cabeça que tinha. O caso saiu na mídia e foi um grande bafafá no país.

O ET de Varginha não tem quase nada a ver com o Fusca de Rafael, a não ser o fato de Varginha ser o berço da suposta criatura e do VW azul de placa GPE-0361.

Rafael queria comprar um Fusca. Procurou na internet e encontrou o que queria na cidade mineira. Ele e o pessoal da RustedLive se prepararam e foram de ônibus até São Paulo, onde fizeram baldeação e pegaram outro até Varginha-MG. Na bagagem, levaram peças e outros apetrechos para pôr o carro em ordem e arrumá-lo se pifasse durante a volta. Sem contar o dinheiro no bolso.

De Varginha para o mundo!

De Varginha para o mundo!

Chegando lá, deram uma olhada no carro e viram que estava como anunciado. Rafael entregou o dinheiro vivo ao antigo proprietário e já em seguida pegaram a estrada de volta. Tirando o fato de que se perderam em São Paulo, vieram sem maiores problemas.

Uma vez em Curitiba, puseram-se a reformar o carro, que hoje em dia está assim:

Teria tecnologia extraterrestre este Fusca?

Teria tecnologia extraterrestre este Fusca?

Pé na tábua e pernas pra que te quero!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Luiz Marcus é mineiro e acabou vindo parar em Curitiba. Antes, porém, passou por São Paulo, onde deixou história.

Escreveu-a com muita gasolina e quilômetros rodados. Literalmente. Piloto de teste da fábrica da Volkswagen de São Bernardo do Campo, pôs à prova inúmeros automóveis, dentre eles uma série de Fuscas. Não teve carro da VW que não tenha passado por ele nos anos de fábrica. E melhor: passado por ele em condições extremas, condições às quais ele levava o carro. Era seu trabalho. Fico pensando se há trabalhos melhores que esse…

A história de Luiz Marcus Barros Pinto com carros vem de longa data, pelo menos desde os seus 16 anos, quando mexia neles por conta própria. Depois, além dos testes, ainda competia profissionalmente na Speed 1600. Segundo ele, em um Fusca 1600cc preparado para correr (com a devida segurança), pode-se chegar a 190km/h em uma reta de autódromo. Haja braço para tudo isso!

O Fusca AGD-8523 ano 1963 ainda não tem muita história nas mãos de seu proprietário atual, já que ele o comprou recentemente. Isso não quer dizer que não conheça o carro como a palma da mão. Não por menos, com toda essa bagagem…

O Fusca 63 de Luiz Marcus

O Fusca 63 de Luiz Marcus